Mãe de Primeira Viagem – Relatos da Descoberta

Foi no dia 02 de setembro de 2018 que eu descobrir que agora faço parte do grupo Mãe de Primeira Viagem. Olá seja bem vinda ao meu blog, me chamo Luana Oliveira e a partir de agora vou compartilhar com você como estou aprendendo e me tornando uma mamãe.

A decisão de ser tornar mãe, surgiu a mais ou menos um ano antes deu engravidar. De lá para cá houveram inúmeras tentativas, frustrações, choros e a infeliz descoberta da síndrome dos ovários policísticos.

Atualmente eu tenho 31 anos, sou casada a 11 anos e estamos aguardando a chegada do nosso primeiro filho(a). Não sei se existe palavras para descrever o que estamos sentindo nesse momento, só sabemos de uma coisa, a emoção é enorme e as vezes parece que vai saltar do peito.

mãe de primeira viagem

Relatos das Minhas Frustrações

Hoje posso dizer que estou pra lá de feliz, no entanto, a pouquíssimo tempo atrás eu estava frustrada e totalmente sem esperança.

Sempre fiz acompanhamento ginecológico regularmente, para você ter noção eu tomo anticoncepcional a 14 anos e quando veio a notícia que de eu tinha SOP, fiquei arrasada e chorei horrores.

Meu esposo me consolou e me deu muito apoio naquele momento, mais a única coisa que eu conseguia pensar eram nas chances que tinham diminuído. A partir daquele momento comecei a pesquisar sobre o assunto, li diversos artigos frustrantes que só me deixavam pra baixo.

Conversei com minha ginecologista e demos início ao tratamento, fiz várias ultrassonografia, tomei uns dois ou três remédios diferentes e nada. Meu fluxo não regularizava, eu não conseguia ovular e o tempo estava passando rápido.

Meu esposo e minha médica sempre se mantiveram otimistas, eu por outro lado chorava e dizia, acho que nunca vou experimentar a sensação de ser uma mãe de primeira viagem.

Tenho muitas conhecidas e quando eu ouvia dizer que elas estavam grávidas, meu chão se abrir, não por inveja, e sim pelo fato deu não saber como reverter a situação que eu estava passando.

A cada ultrassonografia, uma piora, a última que eu fiz foi no dia 01 de agosto de 2018, a médica disse que eu não tinha tido nenhuma melhora e que para completar, eu tinha formado um cisto grande e ele tinha se rompido, me deixando cheia de líquido.

Lembro que sair do consultório pálida e com muita vontade de chorar e gritar bem alto. Mais uma vez meu digníssimo esposo entrou em cena, me consolou e disse que eu tinha que manter a calma e parar de ficar tão focada nisso.

Palavras dele: Você precisa relaxar, deixar as coisas fluírem sem pressão.

Posso dizer que durante o período em que eu tentei engravidar o que eu mais ouvir das pessoas que estavam a minha volta era, relaxa, assim que você relaxar vai acontecer. E realmente foi o que aconteceu.

Como Eu Descobrir a Gravidez

Finalmente consegui, me tornei uma mãe de primeira viagem!

Quando se tem um problema não é nada fácil relaxar, a cabeça não para, os dedos coçam para pesquisar sobre como resolver. Depois do meu último resultado de exame resolvi parar de tomar os remédios que minha médica havia me passado e comecei a tomar dois chás diferentes.

Li muito sobre eles na internet, vi muitas mulheres relatando que tinham conseguido engravidar depois que passaram a ingerir aquele chá.

Confesso que só conseguir tomar os chás por uma semana, o gosto, o cheio e a aparência eram horríveis. Eu tinha colocado na cabeça que era minha última tentativa, que se até final do mês (agosto de 2018) eu não conseguisse engravidar eu ia desistir da ideia de ser mãe de primeira viagem e não ia mais tocar no assunto.

Meu esposo disse que eu estava sendo dramática e radical demais. Nesse mesmo mês, tínhamos uma viagem marcada para Gramado no Rio Grande do Sul para comemorar o aniversário de casamento.

O dia da viagem chegou, embarcamos e nada tinha acontecido até aquele momento. A viagem foi maravilhosa, sempre tivemos vontade de conhecer Gramado e o fato de ser para comemorar o aniversário de casamento, deixou tudo ainda mais gostoso.

Para resumir, conhecemos lugares incríveis e ficamos ainda mais apaixonados pela região que só conhecíamos por fotos. Lembro-me de comentar com meu esposo que eu estava sentindo meus seios muito doloridos e inchados.

Até brinquei com ele dizendo: São Francisco está chegando para acabar com a alegria do pobre. 😀

Eu sabia que meu fluxo estava atrasado, desregulado e que poderia vir a qualquer momento. Eu estava tão feliz que nem dei muita importância para o atraso e nem me animei.

O Dia Que Me Tornei Mãe de Primeira Viagem

Ficamos em Gramado quase duas semanas, no último final de semana antes de virmos embora, comentei com meu esposo que estava achando estranho meu fluxo não ter vindo, pois já estávamos para entrar no início de Setembro, isso foi numa sexta.

Até pensei em fazer o teste de farmácia, mais ele achou melhor não fazer, para não correr o risco de dar negativo, eu ficar triste e acabar com o finalzinho das férias.

Eu fiquei inquieta, minha cabeça não para de pensar na possibilidade de estar grávida. Imagine só, descobrir que sou mãe de primeira viagem em Gramado, o lugar dos nossos sonhos.

Eu sou muito ansiosa e não conseguir me segurar, enchi os ouvidos dele até ele concordar, pois eu queria que ele participasse daquele momento. No final da noite de sábado comprei o teste para fazer na manhã de domingo.

Lembro como se fosse hoje, acordei bem cedo, pois estava super ansiosa, fiz o teste e para minha surpresa o teste deu positivo!

teste-de-gravidez

No primeiro momento eu não acreditei, segundos depois fiquei com cara de boba alegre e com o coração na mão. Corri para o quarto e contei para o meu esposo, que deu crise de risos.

Passados os primeiros momentos, lembro-me de falar para ele não se animar muito, pois esses testes podem falhar. Meu esposo nem quis saber ficou mais cheio que um balão 😀 e eu ainda com o pé atrás.

Voltamos para casa e no dia seguinte fomos fazer o exame de sangue para confirmar. Algumas horas depois lá estava a confirmação tão desejada e sonhada por mim, finalmente eu seria uma mãe de primeira viagem.

exame de sangue para confirmar gravidez

Daí em diante foi só felicidade, dei início ao pré-natal, fiz minha primeira ultrassonografia e descobrir que eu já estava com 8 semanas de gestação, ou seja, meu bebê estava sendo promovido de feto a embrião.

Eu poderia escrever mais mil palavras aqui e ainda assim eu não conseguiria descrever o turbilhão de emoções que meu esposo e eu sentindo no momento em que estava sendo realizado o exame.

A trilha sonora do nosso choro foi o som do coraçãozinho do nosso bebê. A sensação é realmente inexplicável, fomos preenchido por um sentimento que nem sabíamos que poderíamos sentir.

Graças a Deus estava tudo bem com o nosso baby, ele está crescendo a todo vapor e nós aprendendo a cada dia.

Descobrir que ser mãe de primeira viagem não é nada fácil e que ninguém nos prepara para isso, pois existem diversos protocolos a seguir, mais isso já é outro assunto.

Bom, esse foi um relato resumido que como eu descobrir que agora sou mãe de primeira viagem. Se você gostou desse relato, não se esqueça de avaliar e claro deixar sua opinião, relatando se você já é mãe e como descobriu a sua gravidez.

Cadastre seu e-mail e receba GRATUITAMENTE novidades e dicas do meu blog.

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário